VACILOU!!! São Paulo sai na frente, cede o empate, termina com um a menos e longe da Libertadores

18:45:00
Gol Marcos Guilherme Vasco x São Paulo (créditos: André Durão)

Poderia ter sido diferente para o São Paulo, que foi para São Januário tentar "sepultar" de vez o rebaixamento, voltar com os 3 pontos que escaparam no Pacaembu diante da Chapecoense e estar na briga pela Libertadores - ficaria assim a um ponto do mesmo Vasco que enfrentou agora e passaria os demais times que o ultrapassaram na rodada de meio de semana -.

Vasco x São Paulo (créditos: André Durão)

Mas não foi isso o que ocorreu: em um jogo apenas regular, onde teve um leve domínio no primeiro tempo, o gol tricolor saiu de bobeada do Vasco e sofreu desarme de Marcos Guilherme, que acertou belo chute de fora da área, sem defesa para Gabriel Félix e marcou um GOLAÇO no primeiro tempo: 1x0 São Paulo.

Já no segundo tempo, Zé Ricardo acertou nas substituições, o Vasco melhorou, começou a pressionar o São Paulo e viu-se o time tricolor cair nos mesmos erros que o perseguiram durante boa parte do ano: achar que estava goleando, recuar na defesa, "chamar" o rival para o próprio gol e tentar se salvar do jeito que desse, seja com chutões, defesaças de Sidão - que tem ido muito bem nos últimos jogos e fez boas defesas hoje também -, mas isso claramente, uma hora daria errado e um dos jogadores da base vascaína Caio Monteiro saiu do banco para marcar o gol de empate.

Depois o que se viu virou algo "anormal": até então, o time tricolor que tinha totais condições de fazer o segundo em algum contra-ataque, começou a ficar nervoso demais e numa clara demonstração de nervosismo, o jovem Éder Militão (volante, que muitas vezes é zagueiro, mas pela carência do time era lateral-direito) foi de sola no peito de Henrique: CARTÃO VERMELHO DIRETO e justíssimo!!! Após esse lance infeliz, o time são-paulino ficou com dez - já não joga contra o Grêmio em Porto Alegre - , juiz deu 5 minutos de acréscimo e o São Paulo arriscou alguns lances, mas só torcendo para acabar logo.

Enfim, 45 pontos, ainda mais distante da Libertadores, a 4 rodadas do fim do Brasileirão, com o consolo que vai enfrentar o Botafogo em casa no próximo dia 19, mas se o time quiser chegar a algum lugar, só vai conseguir isso voltando a vencer logo: contra o Grêmio dia 15 em Porto Alegre, hora do tricolor paulista mostrar a força dessa camisa e ir em busca de mais uma vitória e conseguir os 48 pontos - e aí, São Paulo, agora vai? -.

Rumo à vitória, São Paulo!






Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados