Automobilismo Brasil entrevista Sérgio Jimenez (Stock Car)

20:29:00
03/12/2017

Nestes dias 01 e 02 de Dezembro, a última etapa da Porsche GT3 Cup Endurance Series aconteceu no Autódromo de Interlagos em São Paulo. Nós do Automobilismo Brasil estivemos presentes para a cobertura desse mega evento que foi os 500 KM de Interlagos; em breve iremos publicar uma matéria aqui sobre a nossa experiência daquele dia.

Um dos candidatos ao título na categoria Cup era o piloto Sérgio Jimenez junto a seu companheiro de equipe, Rodrigo Baptista. Os dois já vinham na briga pelo campeonato desde o ano passado, quando faturaram o vice-campeonato e também a vitória em Interlagos nessa mesma prova dos 500 KM.


Imagem: Divulgação

Começando o fim de semana com o pé direito, os dois pilotos do carro #3 fizeram o melhor tempo em seus respectivos grupos no treino classificatório. Rodrigo foi o primeiro a ir pra pista pelo grupo A, onde cravou o tempo de 1min36s176. Jimenez assumiu o volante logo em seguido pelo grupo B, onde também marcou o melhor tempo, com 1min36s681, conquistando assim a pole position.


Imagem: Divulgação

No sábado antes da corrida, tivemos um tempinho livre para bater um papo com o piloto Sérgio Jimenez e discutir rapidamente um pouco mais sobre seu dias no Campeonato Mundial de GT, na Porsche Cup e sobre seu futuro na Stock Car. Confira a entrevista a seguir:

Automobilismo Brasil: Como foi pra você participar do Campeonato Mundial de Gran Turismo por uma equipe grande como a Audi?

Jimenez: Foi super legal, fiquei bastante motivado. Nós já tinhamos feito 3 anos lá com o BMW Team Brasil, que foi uma experiência sensacional; e podendo fazer depois um ano numa das melhores equipes do mundo, defendendo uma marca tão forte como a Audi, foi um prazer imenso. Muito bacana também que corri com o Rodrigo, piloto que eu faço coach, então a gente vem evoluindo; uma forma de aprendizado pra ele, então fiquei bastante contente.


Imagem: Marc Fleury/Motorsport.com

Automobilismo Brasil: Quais as principais diferenças em relação aos ajustes do Audi R8 do Mundial de GT e o Stock Car?

Jimenez: Na verdade lá o carro é um pouco diferente, é um carro feito pela montadora, então ele é realmente a base de um R8 de rua, motor também, câmbio. O Stock Car já é mais como se fosse um protótipo. Temos um desenvolvimento lá também, porque andamos com ABS, controle de tração, tem muita eletrônica envolvida, já o Stock é mais brutão, não tem nada disso, realmente um protótipo, diferença um pouco de guiada. O carro lá se mantém muito mais, o Stock tem uma degradação durante a corrida muito maior do que de um GT, devido a todas as ajudas eletrônicas, então você tem mudar um pouco o estilo, tem que aprender; parece que não, mas aprender a guiar com controle de tração, ABS, pra você exatamente tirar o máximo dele, tirar o máximo daquilo. E não só é uma ajuda a eletrônica, mas você tem que aproveita-la, saber usar, saber frear com o ABS, pra ele não te prejudicar, saber usar o controle de tração, então é uma coisa interessante e diferente.


Imagem: Vanderley Soares (Divulgação)

Automobilismo Brasil: Como você vem atuando como coach, o quanto você conseguiu ajudar seu companheiro Rodrigo a se adaptar ao novo carro aqui na Porsche Cup?

Jimenez: Com o Rodrigo venho trabalhando desde 2015, já estamos em 2017, são 3 anos, então só os resultados dele já falam o grande trabalho que eu fiz com ele. É óbvio, é muito por causa dele também, escutou muito o que eu falo, confiou em mim, então é por isso que ele teve esse crescimento, essa evolução. Pra mim é um prazer imenso ver um trabalho de coach, sendo consagrado campeão 2017, andando super bem; ganhou a corrida aqui, ganhou a corrida lá nos Estados Unidos onde ele andou, então pra mim é um prazer imenso.


Imagem: Divulgação

Automobilismo Brasil: Depois de conquistar a vitória no ano passado e ser vice-campeão do Endurance, o que você espera pra corrida de hoje?

Jimenez: A expectativa e a intenção é uma só que é vencer a corrida, vencer o título, temos grandes chances. Fizemos a pole, muito bacana. Rodrigo fez o melhor tempo, eu fiz o melhor tempo, então demonstrando que estamos muito bem. Hoje a idéia é largar na pole, tentar manter a ponta. São 500 KM, muita coisa, mas a intenção é manter até o fim a liderança, que não aconteça nenhum problema com a gente, pra levar até o fim.


Imagem: Luca Bassani (Divulgação)

Automobilismo Brasil: Em relação ao seu futuro, quais as expectativas para 2018? Irá seguir na Stock junto a equipe Hot Car?

Jimenez: Vou continuar na Stock Car, mas não vou continuar na Hot Car, vou mudar de equipe, estamos finalizando os finalmentes, então em breve iremos anunciar onde que eu vou andar.

Infelizmente, Jimenez e Rodrigo tiveram problemas mecânicos durante a prova, prejudicando seu rendimento. No fim, terminaram essa edição dos 500 KM de Interlagos na décima segunda posição tanto na classificação geral como na categoria Cup. 

Imagem: Divulgação

A dupla vencedora da prova foi Felipe Fraga e JP Mauro da equipe Hero.
Miguel Paludo conquistou o título da Cup e também do Overall; na categoria Challenge os campeões foram os pilotos Luca Seripieri e Alan Hellmeister.

JP Mauro e Felipe Fraga - Vencedores dos 500 KM de Interlagos

Justin Allgaier (Piloto convidado) e Miguel Paludo (Campeão na categoria Cup e no Overall)

Luca Seripieri e Alan Hellmeister (Campeões na categoria Challenge)

Agradecimento especial ao piloto Sérgio Jimenez por disponibilizar um pouco do seu tempo para essa pequena entrevista. Nós do Automobilismo Brasil estamos sempre na torcida por você, seja na Stock Car, seja na Porsche Cup, ou em qualquer outra categoria. Conte sempre com nosso apoio.

Fiquem ligados, pois semana que vem voltamos as pistas, dessa vez na grande final da Stock Car em Interlagos.


Por Vinicius de Oliveira dos Santos (Automobilismo Brasil) e Sérgio Jimenez (Porsche GT3 Cup)

Compartilhe isto

Posts Relacionados