Entrevista Gabriel Paulino - Piloto Formula Vee

14:03:00
Foto: Arquivo pessoal


E continuando as entrevistas com os pilotos da Formula Vee, neste inicio de ano venho apresentar a vocês o paulistano Gabriel Paulino.

Foto: Arquivo pessoal


Inicio no Kart.

“Minha época no kart foi muito boa. Eu comecei quando tinha onze anos em 2009, correr de Kart amador e me apaixonei na primeira corrida que fiz, ali já sabia que era isso que queria para a minha vida.”

A paixão pelo Automobilismo.

“A paixão pelo automobilismo já nasceu comigo. Quando eu era pequeno, meu pai assistia as corridas de F1 e mesmo sem saber o que estava acontecendo ficava junto. Sempre tive interesse por carrinhos de brinquedo, então eu gostava de fazer corridinhas com eles imaginando quem iria chegar à frente.”

Formula Vee

“Foi uma novidade neste ano de 2017, porque a minha vida inteira eu me dediquei ao Kart. Eu via que o Kart não dava futuro, hoje em dia lá não dá uma projeção para seguir na categoria, lá é uma guerra de dinheiro e quem tem mais anda na frente e me vi estagnado. Com a ajuda de alguns amigos, eu consegui ter contato com o Flávio, diretor da categoria e conversando com ele, tive a oportunidade de ter um teste com o carro da categoria.”
“Eu comecei a correr, perdi a primeira etapa em Janeiro. Na segunda etapa, já participei dos treinos e da corrida, me adaptei rápido, mas fui desclassificado por falta de peso. Na outra corrida já virei abaixo de 2 minutos, mas quebrei e não pontuei pelo paulista. Com isso nas três primeiras corridas eu já usei os descartes que tinha direito. Na minha quarta corrida (quinta etapa), teve a minha primeira vitória que foi uma emoção inexplicável.”

Foto: Julio D´Paula


Wilson Fittipaldi

“Ter o Wilsinho com a gente, para mim pelo menos é uma grande honra, ele é um nome muito forte do automobilismo brasileiro até mundial. Acho que as pessoas não dão muito valor para ele porque não foi campeão mundial como o irão Emerson, mas o que esse cara pilotou foi absurdo, ele tem um conhecimento enorme em termos de acerto e desenvolvimento dos carros e ter ele nos boxes é um prazer, pois ele não deixa a fama subir na cabeça e te ajuda com o que precisar.”

Foto: Arquivo pessoal - 


Futuro


“Espero viver do esporte, mas preciso de patrocínio e no Kart eu não tinha essa visibilidade que a Formula Vee tem. A visibilidade que temos correndo e ganhando em Interlagos trás uma visibilidade muito grande e eu estou contando que isso de algum fruto no  futuro, que eu consiga um patrocínio. Estou atrás, buscando e não é fácil, mas também não é impossível.”

Foto: Julio D´Paula





Compartilhe isto

Posts Relacionados