O Inter estreia na temporada buscando dar a volta por cima em 2018

10:15:00
Amanhã começa o ano de forma oficial para o Inter, a estreia no Gauchão será diante do Veranópolis, no estádio Beira Rio, às 21h. Desde que iniciou os trabalhos no dia 2 de janeiro, o colorado já conta com seis caras novas. São eles: Dudu (Figueirense), Ruan (Boa Esporte Clube), Gabriel Dias (Paraná), Patrick (Sport), Wellington Silva (Fluminense) e Roger (Botafogo), Além do meia argentino Martin Sarrafiore e do zagueiro Rodrigo Moledo, que assinaram um pré contrato e desembarcarão em Porto alegre no início de julho.

Pré temporada:

Esse ano a direção optou por fazer uma pré temporada caseira, realizando todos os trabalhos físicos e técnicos no reformado CT Parque gigante. Foram duas semanas de preparação intensa, muitos trabalhos com e sem bola, além da definição do esquema inicial que o técnico Odair Hellmann pretende usar. No último sábado tivemos a oportunidade de ver a equipe em ação em um jogo treino contra o Lajeadense, com a equipe titular sendo composta por: Danilo Fernandes, Dudu, Cuesta, Klaus e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Camilo e D'alessandro; Pottker e Leandro Damião. Ou seja, com apenas uma novidade em relação aos jogadores da última temporada, sai o contestado Claúdio Winck e entra Dudu na lateral direita. Na atividade vimos o mesmo 4231 tradicional, com Camilo desempenhando a função que era de Sasha pelo lado esquerdo, porém isso é provisório, já que Wellington Silva foi contratado para exercer a função, e sendo assim Camilo deverá ser opção para D'alessandro na armação.

Foto:Divulgação/ Internacional( Damião e sua relação de amor com a bicicleta).

No jogo treino pode-se perceber um completo domínio do Inter, com retenção de bola, trabalhando ela sempre no chão, algo que é bastante positivo no começo do trabalho de Odair, mas também é preciso frisar que o problema de infiltração pelo meio do ano passado esteve presente, mas é claro que ainda é cedo para cobrar, por se tratar do primeiro jogo treino da temporada, mas fica a curiosidade para saber se o técnico colorado encontrará as soluções para fazer essa formação funcionar. A atividade foi realizada em 4 tempos de 30 minutos, com os titulares derrotando os titulares do Lajeadense por 2a0 ( Damião e Cuesta), e os reservas aplicando 6a0 (Roger 3x, Patrick, Claúdio Winck e Marcinho), contra a formação igualmente reserva do adversário.

Primeiro jogo do ano:

Para a estreia no Gauchão o Inter terá o mesmo time do jogo treino do último sábado, não podendo contar ainda com o atacante Wellington Silva, que passa por alguns trabalhos específicos. A partida é aguardada com bastante expectativa pela torcida, afinal de contas trata-se de uma nova era para o clube do povo, onde teremos o começo de um novo trabalho, no ano em que estamos de volta para o nosso devido lugar e buscaremos nos reconstruir.

Aliás, eu citei clube do povo no último parágrafo, já que; é assim que nos auto denominamos e a própria direção faz questão de ostentar essa alcunha com orgulho, porém no primeiro jogo do ano sabe o que eles fazem? Colocam o ingresso mais barato custando R$50,00 reais. Isso mesmo, são 50 pila para ver uma partida de Gauchão, contra o glorioso Veranópolis. 

É necessário que haja uma revisão nos valores cobrados em jogos do Gauchão, pois todos sabem que não tem o mesmo apelo dos jogos grandes, exceto em clássico ou jogos finais. Portanto espero que a direção reveja isso, pois é mais rentável ter um valor de ticket médio mais baixo, com 25 mil torcedores por jogo, ao ter média de 10 mil torcedores por partida com um ticket médio alto. 

Análise final:

Espero que esse ano de 2018 possa ser um bom ano para o gigante Internacional, que as lições dos últimos anos que culminaram com o nosso rebaixamento em 2016 possam ser assimiladas, para que o Inter possa dar a volta por cima, retornando aos caminhos de glórias que o colocaram como um dos maiores clubes do Brasil. Para isso temos que ter doação de todos os jogadores em campo, transparência da gestão atual para com a torcida, pois estamos cansados de tudo o que aconteceu nos últimos anos envolvendo gestões passadas, e apoio por parte do torcedor nesse momento, coisa aliás que nunca faltou e nunca faltará. Esses são os pilares para uma equipe ter sucesso. Vamo, Vamo, Inter! 


Vinícius Silveira

Compartilhe isto

Posts Relacionados