Palmeiras vence o Bragantino e se mantém invicto em 2018

09:05:00

O Palmeiras jogou em casa contra o Bragantino, em Bragança Paulista. Como assim? Pelo simples fato de que teve total e absoluto controle da partida, durante os 95 minutos de partida. Teve a posse de bola, soube controlar a questão física, diante de um forte calor interiorano, sobre uma equipe que cometeu muitas faltas. Haja vista que os anfitriões tentaram amarrar a partida, e usando a artimanha física para brecar a qualidade palmeirense. Até deu certo no primeiro tempo. Muito em função de um palmeiras que cadenciou e rodou posse de bola Teve duas boas chegadas com Miguel Borja - uma delas com um imperdível gol disperdiçado pelo centroavante colombiano -. Mas nada além disso. Panorama de quase 80% de posse de bola, contra um calor forte e time retrabcado, eram mais que imagináveis no cenário que a partida ofertou.

Veio a etapa final, e o panorama seguiu o mesmo até o gol alviverde sair. Após boa trama pelo lado esquerdo, Keno que havia entrado dois minutos antes no lugar de Borja, completou um cruzamento no primeiro pau e abriu o placar para o Verdão, aos 18 minutos.

O 'Braga' resolveu então adiantar suas linhas de marcação e tentar sufocar mais o Palestra. Mas a falta de qualidade pesou, aliado aos espaços que foram proporcionados a equipe comandada por Roger Machado. Em um desses espaços, Felipe Melo (que jogou o fino da bola) fez um lançamento de quase 50 metros para Dudu. O camisa 7 deu um corte bonito no zagueiro e chutou no canto alto do goleiro Alex.

Poderia ser maior o placar? Sim! Mas pelo volume mostrado em campo e segurança defensiva, o placar acabou sendo justo, mesmo com Michel Bastos improvisado na lateral-esquerda. Victor Luis foi poupado por desgaste físico, e deverá voltar no clássico contra o Santos, no próximo domingo.

Vitória tranquila, invencibilidade mantida, e um bom início de trabalho de Roger Machado na SEP.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 0 X 2 PALMEIRAS
Local: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Data/Horário: 28/1/2018, às 17h

(de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo

Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Fabio Rogério Baesteiro

Público: 7.775 pagantes

Renda: R$ 420.135,00

Cartões amarelos: Ewerton, Adenilson, Lázaro (BRA)

Cartões vermelhos: -

Gols: Keno, aos 18'/2ºT (0-1);
Dudu, aos 26'/2ºT (0-2)

BRAGANTINO: Alex Alves, Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Evandro, Adenilson (Diego Macedo - 28'/2ºT), Vitinho (Rafael Silva - 24'/2ºT) e Gerley (Helton - 9'/2ºT); Léo Jaime e Matheus Peixoto. Técnico: Marcelo Veiga.

PALMEIRAS: Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo, Tchê Tchê (Moisés - 25'/2ºT) e Lucas Lima; Willian, Dudu (Guerra - 35'/2ºT) e Borja (Keno - 16'/2ºT). Técnico: Roger Machado.







Foto: Luis Moura/WPP










por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados