São Paulo frustra expectativa da torcida e não sai do empate contra o Novorizontino em casa

22:38:00
Diego Souza estreou pelo São Paulo contra o Novorizontino (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)
Diego Souza estreou pelo São Paulo contra o Novorizontino (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)


Estreia do time em casa, expectativa de grande público e vitória se possível por goleada, certo? Errado. Menos de 20 mil pagantes, protestos da torcida antes do jogo ainda na passagem do ônibus para mostrar a insatisfação com os 6 anos sem títulos, do time só ter brigado contra o rebaixamento nos últimos anos e a cobrança por mais reforços, assim como um time com alguns titulares - Sidão, Rodrigo Caio, Petros, Jucilei, Brenner, além de Cueva e do estreante Diego Souza no segundo tempo - que pecou pelo desentrosamento, cometeu falhas de passe, na criação de jogadas e finalizações.

Dorival Júnior na partida contra o Novorizontino (Foto: MARCELLO FIM/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDO)
Dorival Júnior na partida contra o Novorizontino (Foto: MARCELLO FIM/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDO)

O Novorizontino que vinha de vitória na primeira rodada - venceu o São Caetano por 3x1 - não se intimidou com o Morumbi e o favoritismo são-paulino, pelo contrário: se no começo, o time tinha defesa alta para impedir a criação tricolor, subia aos poucos ao ataque e era perigoso de forma praticamente cirúrgica, enquanto o São Paulo em boa parte das vezes vivia de recuos para o goleiro Sidão e chegava com dificuldade na área rival, mas chegou ao todo 5 vezes na área, com direito a uma bomba de Petros na trave.

No segundo tempo, Shaylon reserva imediato de Cueva, não estava bem no jogo e continuou em campo e o time caiu muito de ritmo: tanto o Novorizontino como o São Paulo tiveram um gol anulado corretamente por impedimento, Rodrigo Caio chegou a falhar na cobertura e se redimiu segundos mais tarde a ponto de evitar o gol em cima da linha, a ponto de a torcida comemorar como se fosse título, mas o time tricolor também teve pênalti claríssimo não marcado em Caíque e ignorado pelo árbitro Luíz Flávio de Oliveira: fim de jogo, 0x0 no placar, vaias para um torcedor cansado de não ver títulos, time com um ponto em 2 jogos e em terceiro no grupo, perdendo no critério de desempate para o Santo André - o líder do grupo é a Ponte Preta, com 3 pontos: vale ressaltar que os próximos dois jogos são fora de casa: Mirassol na quarta-feira e sábado o Corinthians, no Pacaembu.

Rumo à vitória, São Paulo!


Equipe São Paulo: Twitter | Facebook






Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados