Eficiência no Derby

20:15:00
Foto: LANCE!
É como o meu pai sempre fala: ganhar jogo é muito bom, mas ganhar do Corinthians é melhor ainda. Ao meu ver o que estava prestes a acontecer seria o jogo mais tenso para ambos os times até o momento no ano; mesmo que ano após ano os estaduais estejam perdendo força e importância, uma final e e sempre será uma final, ainda mais um Corinthians e Palmeiras que é discutivelmente o clássico mais tradicional do Brasil.

O jogo já trazia a tensão do confronto da primeira fase onde o Palmeiras saiu com a derrota numa partida recheada de polêmicas. Para o derby de hoje seria indispensável um Palmeiras mais focado e mais "pilhado" do que no jogo anterior. Isso aconteceu, o Porco entrou bem mais focado e pensando mais a partida, enquanto o Corinthians tentava usar a velocidade pelos lados o Palmeiras colocava a bola no chão e cadenciava o ritmo, sempre tentando construir jogadas pelo meio de campo.

O gol que daria números a partida saiu cedo, logo aos 7 minutos do primeiro tempo. Após um escanteio curto e um cruzamento pra área Cássio fez uma saída bizarra do gol, algo recorrente já que um dos maiores defeitos dele é essa deficiência nas saídas de bola em cruzamentos, onde ele nunca parece ter certeza do que fazer. A bola bateu no travessão e tirou o goleiro da jogada, Willian pegou a bola e tocou para Borja na pequena área apenas completar para o gol enquanto Cássio se recuperava. 

Depois disso o Palmeiras ficou um time muito mais de marcação, parou de propor o jogo deixou isso como uma responsabilidade corinthiana. O jogo ficou mais tenso do que estava e as faltas mais pesadas começaram a aparecer com mais frequência, uma irresponsabilidade do juiz que foi banana em muitos momentos. Banana principalmente no final da primeira etapa, não soube administrar a confusão e acabou por expulsar Clayson - de forma justa - e Felipe Melo - que só tentou se proteger - na bagunça iniciada pelo zagueiro Henrique que tentou ser malandro pra cima da arbitragem.

No segundo tempo após sentir uma lesão Victor Luís foi substituído e nesse momento foi feita a estreia de Fred do Desimpedidos Diogo Barbosa. Entrou e teve bons lances, com mais ritmo deve jogar melhor e promete muito pelo Palmeiras ao longo do ano. No final da partida num ato de desespero a torcida corinthiana acende sinalizadores que obrigam a interrupção do jogo, o juiz dá acréscimos até os 51 minutos, mas mesmo assim o Corinthians não conseguiu causar uma pressão que chegasse a preocupar a torcida alviverde.

O Palmeiras sai com uma excelente vantagem para o jogo da volta e com muita moral onde terá todo o apoio da torcida. A primeira batalha foi vencida e já temos uma mão na taça, é obrigatório que o Róger Machado consiga manter a cabeça dos jogadores no lugar, um empate simples dará o primeiro título da temporada para o Palmeiras.

Equipe Palmeiras: Twitter 

Compartilhe isto

Posts Relacionados