Para um Derby especial, um apoio especial.

09:24:00

Há 18 anos o capetinha Edilson corria atrás de Paulo Nunes em na final do Paulista de 99, de lá pra cá Palmeiras e Corinthians não se encontraram desde então.Agora uma nova história pode ser criada.

É certo que naquela época estávamos todos de cabelos verdes, de ressaca de uma Libertadores inédita, vencer seria só mais um tapa na cara do Corinthians depois de semi finais épicas. Contudo,  queremos  o resgate do dérbi, o espírito de cada idolo dentro dos jogadores, vontade de vencer, fibra a todo tempo, esse não é só um clássico é um divisor de agua para qualquer torcedor, é a  essência Alvi Verde que estará em jogo.

Quanto a arbitragem e ao adversário só há uma certeza, o Palmeiras é maior que tudo para qualquer um que saiba o que é o amor verde.

Numa partida de 180 minutos, saber sofrer nos primeiros 90' são fundamentais. Saber sofrer significa suportar a pressão interna e externa. É saber atacar o rival nos momentos ideais. E é acima de tudo lealdade para com a Sociedade Esportiva Palmeiras. Já que a torcida que canta e vibra não irá parar de apoiar, seja no estádio, nas ruas ou casas. A linha atacante de raça e a defesa que esperamos que ninguém passe, sabemos que existe. Ambas são tão imensas e fortes como a força do maior campeão nacional.

Lutem e disputem cada lance como se não houvesse amanhã. Honrem o manto sagrado que vestem e representem 18 milhões de apaixonados pelo Palestra. Contra tudo e contra todos, somos e sempre seremos Palmeiras.

#AvantiPalestra









Foto: Leonardo Miranda/UOL











por: Diego Oliveira





Compartilhe isto

Posts Relacionados