São Paulo x São Caetano: dá para o tricolor reverter

17:51:00

Se tem jogo do São Paulo, tem Marcos Guilherme em campo (Foto: Marcos Ribolli)
Se tem jogo do São Paulo, tem Marcos Guilherme em campo (Foto: Marcos Ribolli)

Depois do desgosto da derrota e pela má estreia do técnico Diego Aguirre, é hora de finalmente se reunirem jogadores e comissão técnica avaliarem vídeos do São Paulo com as últimas vitórias, que jogadores faziam parte, como os jogadores estavam posicionados e pensar em uma estratégia mais "leve" para que o time possa fazer gol sem sofrer muito lá atrás, já sabendo que Rodrigo Caio e Cueva não estarão nesse confronto por causa dos amistosos das seleções brasileira e peruana para a Copa do Mundo.

A desvantagem no placar é plenamente reversível e se o time colocar a cabeça no lugar e "os pés na forma" sai com vantagem até maior que a tomada em São Caetano, mas o time tricolor precisa saber que o relógio será inimigo desde o começo e cada minuto sem gol criará uma pressão terrível até o momento de balançar a rede e quando isso acontecer, o desespero passará para o lado azul do confronto, afinal, se empatar, elimina o São Paulo das semifinais e se tomar o segundo, é o São Caetano quem estará fora, valendo lembrar que não há gol qualificado e qualquer diferença de um gol a favor do São Paulo levará para os pênaltis.

As opções são: para a vaga de Rodrigo Caio normalmente entra Bruno Alves, no meio pode-se escalar Liziero no lugar de Petros, afinal ele é mais leve, mais rápido e por também ter sido lateral esquerdo pode revezar com Júnior Tavares, como meias as opções são: Lucas Fernandes, Nene, Diego Souza (como meia, vale lembrar) ou Shaylon para a vaga de Cueva, Brenner, Bissoli ou mesmo Toró ou Caíque para a vaga de Tréllez que ainda não fez gol e perdeu chances facílimas contra o CRB e ainda tem sua contratação questionada pela ausência de gols marcados até agora, ou seja, o time precisa de gols, muitos gols, sem poder se descuidar da defesa, mas a missão tricolor não é impossível e a classificação pode acontecer, basta desta vez escalar certo sem querer repetir algo que deu errado com Dorival.

Rumo à vitória, São Paulo!

Equipe São Paulo: Twitter | Facebook

Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados