Daniel Ricciardo dá aula de ultrapassagem e vence GP da China de 2018

18:14:00
Foto: Getty Images


O GP da China, terceira etapa do campeonato mundial de 2018 de Fórmula 1, tinha tudo pra ser palco de mais um round da briga entre Ferrari e Mercedes, não fosse a entrada do safety car. Com as vermelhinhas de Vettel na pole position e Kimmi Raikkonen em segundo, a italiana de Maranello tinha uma clara vantagem sobre a equipe alemã, que tinha Valteri Bottas na terceira posição e o atual tetra campeão, Lewis Hamilton, apenas na quarta posição do grid. Largando na terceira fila estavam os dois pilotos da Red Bull, Max Verstappen em quinto e Daniel Ricciardo em sexto.

Logo na largada Vettel fechou a porta para o companheiro de equipe, Raikkonen, que se viu ultrapassado por Bottas e Verstappen.  Hamilton perdeu também uma posição, caindo para quinto, e Ricciardo se manteve em sexto.

Com o início da prova sem grandes movimentações, as equipes seguiram a estratégia de pit stops como esperado. A Red Bull fez uma dobradinha, chamando os dois pilotos ao mesmo tempo para substituir os pneus supermacios pelos médios na volta 18. A Mercedes chamou Lewis para o box na volta 19 e Bottas na volta 20, ambos trocaram os pneus macios pelos médios. Das três equipes à frente da corrida, a Ferrai foi a última fazer a troca de pneus, chamou Vettel apenas na volta 20, e o alemão acabou saindo do box atrás de Bottas, e foi aí que a estratégia da Ferrari para Kimi foi para o saco e o finlandês ficou na pista até a volta número 27 e acabou entrando para os boxes já tendo sido ultrapassado por Bottas.

O incidente entre os pilotos da Toro Rosso, Pierre Gasly acertou o companheiro Brendon Hartley, deixou detritos na pista que levaram a entrada do Safety Car. No momento que o SC entra na pista, tanto Bottas e Vettel já haviam passado da entrada do pit lane, mas Max e Daniel não, e é aí que a estratégia da RBR ganhou a corrida, em mais um pit stop duplo, a equipe austríaca trocou os pneus médios pelos macios, e a dobradinha no pódio parecia certa. Mas Verstappen errou, duas vezes.
Assim que o SC deixou a pista, Ricciardo fez a primeira ultrapassagem de uma série de movimentos inteligentes que o levaram a liderança da prova. O australiano passou Raikkonen e então estava atrás de Verstappen. O holandês estava na cola de Hamilton e ao tentar a ultrapassagem, errou, saiu da pista e acabou perdendo a posição para Ricciardo.

E foi daí pra frente que Daniel Ricciardo voltou a sorrir. Depois de passar Max, o australiano foi brilhante ao passar Hamiltonl, Vettel e Bottas, com movimentos precisos, quase cirúrgicos. A sete voltas do fim, Daniel liderava a prova e via, pelo retrovisor, Bottas ficar cada vez mais longe. Já Verstappen, não teve sorte, ou controle o suficiente para esperar o momento certo. Ele até conseguiu ultrapassar Hamilton e seguiu na caçada pelo carro número cinco de Sebastian Vettel, mas a ultrapassagem no hairpin foi arrojada, até demais, e os dois rodaram. O carro de Max nada sofreu, já Vettel perdeu um pedaço do assoalho lateral direito e teve que ser inteligente para se manter na zona de pontuação. A batida rendeu 10 segundos de penalidade para o piloto da Red Bull.

Daniel Ricciardo chegou a bandeirada final com mais de oito segundos de vantagem para Valteri Bottas, que terminou em segundo, seguido de Kimmi Raikkonen. Para Ricciardo, que sofreu um apagão na etapa anterior no Bahrain, uma explosão no turbo da unidade motriz no terceiro treino livre e quase não participou do treino classificatório, a vitória foi ainda mais doce que o champanhe do pódio.

Hamilton foi o quarto colocado, numa sequência de declínio de sua Mercedes, que anda sofrendo com as temperaturas dos pneus. Um final de semana para ser esquecido, depois de bem estudado e discutido. Para Vettel, uma decepção que reduziu a diferença que era de 17 pontos a mais sobre Hamilton, para apenas nove.

Com a primeira vitória na temporada, sexta na carreira, Daniel Ricciardo é agora o quarto colocado no campeonato mundial, com trinta e sete pontos. Bottas tem 40 pontos em terceiro, Hamilton 45 em segundo e Vettel 54 em primeiro, enquanto seu companheiro ocupa a quinta colocação com 30 pontos, 24 ponto a menos. Vale lembrar que uma vitória soma 25 pontos para o piloto, e a vitória da Red Bull deixa o campeonato com ainda mais possibilidades para os cinco primeiros colocados.

Daniel Ricciardo ainda foi eleito o melhor piloto da corrida pelos internautas no site oficial da Fórmula 1 e fez também a volta mais rápida do GP, 1:35.785.

A F1 volta no dia 27 de Abril, com os primeiros treinos livros do GP do Azerbaijão, que acontece no domingo 29. A corrida acontece nas ruas de Baku e tem como último campeão o australiano Daniel Ricciardo. Será que a RBR consegue manter Daniel Ricciardo na disputa pelo título mundial e dar ao australiano uma segunda vitória em Baku?

Foto: Red Bull Racing








Compartilhe isto

Posts Relacionados