Em jogo polêmico, América empata com o Ceará no Castelão

23:50:00
Não foi desta vez que o América conseguiu vencer a primeira partida fora de casa pelo Campeonato Brasileiro. Jogando bem, o Coelho abriu 2 a 0 no placar sobre o Ceará, mas deixou a vitória escapar no fim do segundo tempo. Giovanni marcou os gols da equipe mineira, enquanto Elton e Pio fizeram para os donos da casa.

O resultado deixou o América na décima colocação com 7 pontos conquistados. O empate fez com que a equipe mineira conquistasse seu primeiro ponto fora de seus domínios. Na próxima rodada, o Coelho recebe o Botafogo, domingo (20), às 16h, na Arena Independência.

Já o Ceará, por sua vez, conquistou seu terceiro ponto na competição. A equipe alvinegra ocupa a 19ª colocação e está à frente apenas do Paraná. Domingo que vem, o Vovô enfrentará o Vitória, às 11h, no estádio Barradão, em Salvador. O time alvinegro ainda não conseguiu nenhum resultado positivo pelo Campeonato Brasileiro.

Coelho preciso e arbitragem polêmica

Recuado, o América foi sufocado pelo Ceará no início da partida e teve muita dificuldade para encaixar seu jogo diante do adversário. Agitado na beira do gramado, o técnico Enderson Moreira teve que pedir calma e orientar os jogadores para que não houvesse pressa no toque de bola.

A orientação foi seguida e, aos 2 minutos, o América chegou ao gol. Luan fez uma ótima jogada individual pelo lado esquerdo do ataque e lançou a bola em direção à grande área. Como um elemento surpresa, Giovanni apareceu entre os defensores do Ceará e concluiu para as redes.
Ceará e América empataram por 2 a 2 (Foto: Mateus Dantas/O Povo)
Adotando a transição rápida e bem posicionado defensivamente, o América chegou ao segundo gol ainda no primeiro tempo. Aos 29 minutos, Marquinhos foi acionado pelo lado direito e recebeu um passe totalmente sem marcação. O atacante cruzou para a área e Giovanni, mais um vez, não desperdiçou a chance e ampliou o placar para o Coelho.

Esbarrando na boa marcação do América, o Ceará teve que explorar as jogadas aéreas para chegar à meta defendida por João Ricardo. Assim, o Vovô, que estava ouvindo vaias da torcida, diminuiu a vantagem do Coelho. Após cobrança de escanteio, Elton ganhou de Matheus Ferraz e cabeceou para as redes. No lance, o assistente havia assinalado impedimento de Wescley, mas o árbitro Eduardo Tomaz de Aquino validou o gol.

Pressão, empate e mais polêmica

Enderson Moreira, satisfeito com o resultado parcial, tratou de orientar a equipe para manter a boa postura defensiva, enquanto o Ceará retornou ao gramado disposto a atacar e sufocar ainda mais o time adversário. Para isso, Marcelo Chamusca voltou com Éder Luís para o lugar de Felipe Azevedo.

Contando com a dificuldade do América para sair jogando com a bola dominada, o Ceará exercia uma marcação alta, intimidando o Coelho, que não conseguiu êxito em troca de passes. Enquanto isso, o time mineiro contava com as belas defesas do goleiro João Ricardo para se manter à frente no placar.

A pressão surtiu efeito aos 45 minutos do segundo tempo. O árbitro Eduardo Tomaz de Aquino marcou pênalti de Messias em Arthur num lance bastante polêmico. Na cobrança, Pio encheu o pé e estufou as redes de João Ricardo, sem chances defesa para o goleiro americano. O gol deu números finais à partida e rendeu reclamação dos jogadores do América no apito final.

Ficha técnica

Ceará: Everson; Pio, Valdo, Luiz Otávio e Rafael Carioca; Richardson, Juninho (Arthur) e Ricardinho; Felipe Azevedo (Éder Luís), Elton e Wescley (Juninho). Técnico: Marcelo Chamusca.

América: João Ricardo; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Giovanni; Leandro Donizete, Juninho e Serginho; Marquinhos (Renan Oliveira), Luan (Gérson Magrão) e Aylon (Wesley). Técnico: Enderson Moreira.

Gols: Giovanni 2' (0-1) e 29' (0-2); Elton 38' (1-2); Pio 91' (2-2).
Cartões amarelos: Luan e Aderlan (América).

Cartões vermelhos: nenhum.

Compartilhe isto

Posts Relacionados