Gosto amargo: São Paulo joga bem, sai vencendo, toma virada e sai com empate diante do Atlético-MG

18:39:00


Formação do São Paulo no fim do jogo: Marcos Guilherme e Everton trocaram de lado em alguns momentos
Formação do São Paulo no fim do jogo: Marcos Guilherme e Everton trocaram de lado em alguns momentos Fonte: GloboEsporte.com

São Paulo e Atlético-MG honraram as tradições e fizeram bom jogo no Morumbi: os dois times estavam próximos na tabela e os 3 pontos eram fundamentais para os dois. Em boa parte das vezes, viu-se infiltrações, toques rápidos, defesas difíceis tanto de Sidão como de Victor, mas foi Everton, estreante da noite pelo São Paulo jogando no Morumbi, que primeiro recebeu um passe e chutou para fora, mostrando o que podia se esperar dele no primeiro tempo: pouco depois, em jogada pela esquerda, ele mesmo abre o placar, fazendo 1x0 no Morumbi: o camisa 22 anotou seu primeiro gol com a camisa tricolor e deu a vitória parcial ao São Paulo no primeiro tempo.
Diego Souza abraça Cueva após gol de empate do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Diego Souza abraça Cueva após gol de empate do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)


No segundo tempo, o São Paulo chegava, mas cansou de perder chances, algumas fáceis, se rendeu ao desespero porque o gol não saía e alguns jogadores sucumbiram fisicamente: caso de Nene, que sentiu lesão, pediu para sair e foi substituído por Liziero - bom jogador, mas a melhor opção era Cueva, que entrou mais tarde, quando o Atlético-MG já tinha virado o jogo - e o time alvinegro aos poucos foi chegando, "gostando do jogo", como se diz, até que finalmente Roger Guedes (ex-Palmeiras e Ponte Preta) empatou e pouco tempo depois, o matador Ricardo Oliveira (sim, ele mesmo, que passou por Portuguesa, São Paulo, Santos e Seleção Brasileira, entre outros times), virou para os atleticanos, causando enorme raiva  na torcida tricolor, que via uma enorme chance de conquistar a vitória em casa e percebia a chance indo embora.

Quando o jogo caminhava para o fim e a torcida tricolor estava aflita porque o gol não saía, em jogada de Cueva, Diego Souza - que todos os leigos sabem que não é centroavante - desencantou e empatou o jogo: o camisa 9 tricolor não fazia gol desde as quartas-de-final contra o São Caetano, quando fez o gol decisivo e classificou o time às semifinais do Paulista, no fim de março: mas depois, o São Paulo tentou tirar "fôlego de onde não tinha" - curiosamente depois do 1x0 e durante boa parte do jogo, o time parecia estar esperando o tempo acabar para somar os 3 pontos - para tentar o terceiro, mas a pontaria era uma droga, o nervosismo enorme e o tempo muito curto.

Final, 2x2: terceiro empate seguido, contando somente o Brasileiro quase um mês sem vitória - a última foi exatamente a da estreia em 16 de abril contra o Paraná e no mesmo Morumbi -. Na quarta-feira, o time enfrenta em casa, pelo jogo de volta da Sul-Americana o Rosario Central-ARG: para classificar, basta vitória simples por qualquer placar, empate sem gols, leva para os pênaltis e empate com gols, o São Paulo estará eliminado. Por tudo o que tem acontecido, estar sem vitórias, sem dúvida essa classificação agora é "o jogo da vida" do São Paulo agora.

Rumo à vitória, São Paulo!



Equipe São Paulo: Twitter | Facebook


Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados