No Morumbi, Diego Souza decide e São Paulo vai à próxima fase da Sul-Americana

18:36:00

Reinaldo, Diego Souza e Nenê comemoram o gol do São Paulo contra o Rosario Central (Foto: Marcos Ribolli)
Reinaldo, Diego Souza e Nenê comemoram o gol do São Paulo contra o Rosario Central (Foto: Marcos Ribolli)

No primeiro jogo, empate por 0x0, mas de lá até aqui, o Rosario Central-ARG ficou sem técnico (Leonardo Fernandez saiu, o interino José Chamot assumiu seu lugar), o clube perdeu 4 seguidas no Argentino e foi totalmente pressionado enfrentar o São Paulo no Morumbi: jogo fácil??? O começo deu a entender que seria uma goleada tricolor, já que Diego Souza - destaque do jogo e quem fez o gol da classificação -, Petros e Nene conseguiram perder gols inacreditáveis e o time de Aguirre poderia, na pior das hipóteses, estar ganhando por 3x0: a ansiedade pelo gol e pela vaga, geraram um relaxamento terrível que permitiram ao rival argentino "gostar do jogo" e chegar com perigo à área tricolor e dar chutes perigosos ao gol de Sidão.

Não importa: Aguirre não abre mão dos 3 volantes de jeito nenhum e já começou "inovando" ao ter poupado Arboleda para colocar Anderson Martins - e no intervalo, precisou desfazer a alteração, pois o titular sentiu fisgada na coxa e deu lugar ao camisa 5 -, Petros não está jogando bem há muito tempo, não tem acertado passes, Liziero funciona melhor mais aberto ou como meia ou até mesmo lateral-esquerdo, Régis não estava jogando bem ontem como lateral-direito e Jucilei, embora regular na sua atuação, parecia sobrecarregado, além de Nene, que jogou um pouco abaixo de outros jogos, mas não comprometeu, então coube a Diego Souza "chamar a responsabilidade" pela maioria das ações: perdeu gol feito no começo do jogo, tentava jogadas pela direita, entrar algumas vezes na área e tudo levava a crer que o jogo terminaria nos pênaltis.

Cueva entrou - mas com os 3 volantes em campo - no segundo tempo e o time não se ajustava: mas diferente do jogo de sábado contra o Atlético-MG que o São Paulo recuou totalmente após fazer 1x0 e precisou correr atrás para empatar, por permitir a virada, no segundo tempo de ontem, o time tricolor recuava um pouco, mas quando atacava fazia com perigo e assim, aos 15 minutos do segundo tempo, Liziero achou Reinaldo, que cruzou para Diego Souza: a bola bateu na trave e o camisa 9, bem colocado, só teve o trabalho de tocar de canela para dentro do gol vazio: GOL!!! 1x0 São Paulo para alívio de mais de 30 mil tricolores. 

O Rosario foi tentando algumas vezes, não por méritos, mas porque o São Paulo achou ser "boa hora" para recuar jogo: não acertava e o time tricolor tentou algumas vezes chegar ao gol de Ledesma e depois dos 40 minutos, os jogadores do São Paulo ficavam no campo de ataque "ganhando tempo" sem cruzar a bola, só ganhando arremessos laterais em sequência, tudo parecia bem, até que...após falta não marcada em Nene, Cueva fez cagada: numa solada, gerou confusão, os argentinos reclamaram, dois jogadores do Rosario tomaram amarelo e o peruano tomou vermelho direto, logo aos 45 minutos, depois Petros em vez de acalmar os ânimos, chegou "rasgando" acertou mais perna do jogador do que bola e resultado: vermelho também, expulsões justas e atitudes totalmente burras dos dois jogadores.

Em pouco mais de dois minutos, o time teve mais uma chance, não soube prender a bola no ataque e faltando trinta segundos, se o atacante do Rosario estivesse com a pontaria calibrada, acertou um chutaço de fora da área: para alegria de todos os tricolores - e tristeza dos rivais - foi para fora essa bola. Fim de jogo, São Paulo classificado, que sufoco!!!

Rumo à vitória, São Paulo!!!

                                                                                    
                                       Equipe São Paulo: Twitter | Facebook
             por @ManoelRocha4 



                                                  


Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados