São Paulo joga bem, vence o América e encosta no Flamengo

14:45:00
Mantendo a invencibilidade pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo venceu, na noite do último domingo (27), o América, na Arena Independência, em Belo Horizonte, por 3 a 1. Diego Souza e Nenê - duas vezes, marcaram os gols do Tricolor, enquanto Rafael Moura deixou o dele para o Coelho.

O resultado deixou o São Paulo na 4ª colocação. Agora, o time paulista soma 13 pontos e está há apenas um ponto do Flamengo, que lidera o campeonato. Na próxima quarta-feira (30), o Tricolor recebe o Botafogo no estádio Morumbi.
São Paulo mantém a invencibilidade no Campeonato Brasileiro (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Enquanto isso, o América conheceu a primeira derrota dentro de seus domínios pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe mineira caiu para a 11ª posição. O próximo desafio do Coelho é fora de casa contra o Corinthians. A partida acontece quinta-feira (31), às 18h.

Superioridade americana, vantagem paulista

Logo no início do jogo, a rede balançou duas vezes. A primeira foi logo aos 7 minutos, quando o São Paulo puxou um belo contra-ataque através de Nenê. O meia tocou para Everton, que invadiu a área pelo lado esquerdo, chutou cruzado e encontrou Diego Souza sem marcação. O camisa 9 só teve o trabalho de empurrar para as redes e abrir o placar.

Não demorou para o América empatar. Quatro minutos depois do gol do São Paulo, Norberto recebeu de Serginho, deu um belo drible em Reinaldo e tocou para Rafael Moura. O centroavante do Coelho dominou e bateu colocado, sem chances de defesa para Sidão.
Após o gol, o América melhorou na partida (Foto: Mourão Panda/América)
O América tomou conta do jogo e criou três boas chances. Leandro Donizete recebeu a bola de Aderlan pelo lado direito da intermediária e chutou para Sidão fazer uma bela defesa. Em seguida, Rafael Moura aproveitou uma bola triangulação ofensiva e finalizou colocado, mas a bola passou por cima do gol. O atacante teve a última chance do time mineiro no primeiro tempo ao invadir a área pela direita e bater cruzado de forma rasteira. Mais uma vez, o goleiro do São Paulo defendeu e salvou o Tricolor.

No último lance antes do fim da primeira etapa, o São Paulo aproveitou uma falta cometida na intermediária americana para jogar a bola na área. Durante a cobrança, o árbitro marcou pênalti de Matheus Ferraz sobre Arboleda. Nenê bateu e colocou o Tricolor novamente em vantagem no placar.

Precisão são-paulina

Aproveitando-se da improdutividade do América, o São Paulo dominou o início da segunda etapa. Em dez minutos, duas boas chances foram criadas. Logo no primeiro minuto, Nenê cobrou escanteio, Arboleda desviou e Hudson cabeçou com perigo. Em seguida, Araruna recebeu do camisa 7 e encontrou Everton livre pelo lado esquerdo. O meia chutou forte, mas Jori fez uma grande defesa para salvar o América.

Nenê voltou a entrar em ação aos 15 minutos, quando Luan derrubou Militão na entrada da área pelo lado direito. O camisa 7 cobrou a falta com perfeição e não deu chances de defesa para o goleiro Jori, ampliando a vantagem Tricolor.
Melhor em campo, Nenê comandou a vitória do Sâo Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
O Coelho respondeu apenas aos 21 minutos. Rafael Moura cruzou para a pequena área e Serginho cabeceou, mas a bola foi pela linha de fundo. As chances foram diminuindo. Depois disso, só o São Paulo assustou num chute de Nenê, que passou perto do gol de Jori.

Antes do final da partida, Judivan, que substituiu Rafael Moura, quase marcou mais um para o América. O atacante aproveitou a falha de Militão, passou por Valdívia e chutou com perigo, mas a bola passou ao lado da meta defendida por Sidão.

Ficha técnica

América: Jori; Norberto, Matheus Ferraz, Messias e Giovanni; Leandro Donizete, Juninho e Serginho; Luan (Ruy), Rafael Moura (Judivan) e Aderlan (Ademir). Técnico: Enderson Moreira.

São Paulo: Sidão; Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Jucilei e Araruna (Valdívia); Nenê, Diego Souza (Tréllez) e Everton (Liziero). Técnico: Diego Aguirre.

Gols: Diego Souza 7' (0-1); Rafael Moura 11' (1-1); Nenê 47' (1-2) e 60' (1-3).
Cartões amarelos: Matheus Ferraz, Giovanni, Aderlan e Ademir (América); Militão, Bruno Alves e Hudson (São Paulo).
Cartões vermelhos: nenhum.

Compartilhe isto

Posts Relacionados