Sem ordem cronológica, a Fórmula 1 em 2018 se mostra imprevisível e interessante.

19:58:00

Depois de quatro etapas com tantas imprevisibilidades, com batidas entre os carros da Toro Rosso na China, rodas soltas nos carros da Haas na Austrália, mecânico atropelado por Kimi Räikkönen, Vettel vencendo com pneus carecas, Valtteri Bottas perdendo vitória a duas voltas do final, Verstapoen afobado, Grosjean batendo o carro em volta de aquecimento de pneus...), ufa!

Ainda hei de detalhar mais fatos futuramente. Mas numa temporada inprevisível e com fatos quase improváveis, a temporada de 2018 se mostra cheia de vertentes. Não pelo design dos carros, que não ajudam em aproximação dos carros para ultrapassar, e sim pelos pilotos se deparando com situações inesperadas.

E em meio a tudo isso? Um improvável Lewis Hamilton 'apagado'. Faz uma temporada bem mais discreta que as demais. Quatro pontos à frente de Sebastian Vettel, o piloto da Mercedes sabe que a atual temporada têm a Ferrari em igualdade de condições. Ambas equipes possuem motores em igualdade de potências, e de forças.

A Red Bull está em crescimento, mas precisará aparar as arestas entre companheiros. Max Verstapoen e Daniel Ricciardo após abandonos duplos no Bahrein e no Azerbaijão, precisam reparar os danos e acalmar os nervos, após a batida nas ruas de Baku, na última etapa realizada no dia (29).

Charles Leclerc (6° no Azerbaijão) e Marcus Ericsson pontuaram para a Sauber, 10x2 da Williams. Aumentam o drama da equipe inglesa, e mostram que a temporada está imprevisível até no fim do pelotão.

Não me atreverei a palpitar sobre as próximas etapas da temporada. Espanha (13/05) nos mostrará se o imponderável irá seguir dando o ar da graça, e animando uma boa Fórmula 1 em 2018.










Foto: Reprodução/TV Globo










por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados